Exclusivo Portal

Porto Circense: um novo espaço cultural para a região

Um novo espaço cultural será inaugurado em Santos. O Bando convida toda a Baixada Santista para conhecer o Porto Circense! Este será o primeiro espaço cultural totalmente voltado para arte circense. A inauguração será celebrada no 2º Saralhaço com artistas do mundo inteiro, nos dias 9 e 10/12

O surgimento do Porto Circense vem provar que Santos é sim uma cidade com muita ação cultural. E ainda mais importante: os artistas se articulam para movimentar esse cenário.

VOCÊ JÁ CONHECE O KOMBOIO CULTURAL? CLIQUE AQUI E SAIBA MAIS!

SOBRE O BANDO

Bando4

Há cinco anos, o professor de arte circense e fundador da Oficina Livre de Circo, Sidney Herzog, passou a oferecer a Oficina de Circo e assim surgiu o Bando, na Vila do Teatro. Para todos os artistas envolvidos, contar essa história e não mencionar a ocupação não faz sentido, pois todos tiveram como ponto de partida a ocupação da Vila.

Letycia Gonçalves, integrante do Bando e aluna da 1ª geração da Oficina, contou sobre o que mudou com o tempo: “novos artistas se formaram, surgiram e sumiram,  e o ponto mais importante, a oficina, que era gratuita, só cresceu e precisava ampliar a estrutura para continuar existindo”. Sidney Herzog mora no Canal 5, perto do porto. Para ele, fazer arte sempre esteve totalmente relacionado a atitudes cidadãs. Pensando assim, passou a ministrar oficinas na praça próxima a sua casa. “O circo por si só já emana essa essência transformadora, o circo era a casa dos exilados, das mulheres que fugiam da forma normativa, o circo é um caminho de mudança de vida digna e alternativa, além de ser uma atividade artística, lúdica, física e cultural” contou Herzog. Na sua opinião, o circo é uma ferramenta de transformação social muito valiosa e poderosa.

O ESPAÇO DO PORTO CIRCENSE

O espaço que se tornaria a sede do Porto Circense não poderia ter aparecido de melhor forma. Surge Mário Silva, um empresário sonhador e proprietário de um galpão que acolhe perfeitamente todos os propósitos deste Bando. Desde que começou a construção desse galpão, ele imaginava que ali deveria ser um espaço destinado à arte. “Me chamaram de louco quando quis construir esse prédio, que possui uma laje muito reforçada, suporta 500 kg por metro quadrado, mas eu sempre sonhei em fazer deste prédio um espaço cultural. Na fundação, eu enterrei alguns objetos pessoais para dar força a esse sonho, quando conheci o pessoal, senti que mesmo sendo jovens artistas, a bagunça era organizada”, contou ele.

Quem promoveu esse encontro foi o produtor cultural Raphael Neves, que conheceu Mario e firmou a parceria, que consistia em encontrar um grupo de artistas para gerir o espaço. Raphael já conhecia O Bando por trabalhos anteriores. O reencontro e o convite aconteceram durante um treino na Praça Rubens Martins. “O prédio tem dois andares, no piso térreo, um espaço pronto para realizar eventos nos mais variados formatos, ainda tem uma área no 2º andar, que é perfeita para atividades de acrobacia aérea e muito mais” contou Pablo Bailoni, integrante do Bando e aluno da 1ª geração da oficina.

SARALHAÇO

komboio 33 (1 de 1)

A primeira edição deste Sarau de palhaços foi realizada em 2016 pelo Bando. A 2ª edição será ainda maior, sendo agora o 1º festival internacional de Circo da baixada santista. A modalidade palhaçaria será extrapolada, pois nem só de palhaçada é feito o circo. O público pode se preparar para apreciar artistas, do Brasil e do mundo, com números de acrobacias aéreas e coletivas, malabarismo em vários formatos, equilibristas e muita alegria.

Por baixo da lona do picadeiro, existe muita música, poesia e dança. E não será diferente no Saralhaço! Graças às parcerias que surgiram, o público vai curtir música com a kombi do Komboio Cultural e do coletivo Garrafada.

O fundador do Komboio Cultural, Alan Plocki, contou sobre a parceria, que é fundamental. “O Komboio é a nossa volta pra rua, nós entendemos que a rua é um lugar pra fruição de arte, é muito necessário fazer arte na rua. Agora nós ganhamos a árvore que nos dará sombra, nos dará frutos, um lugar para discutir, produzir e agregar ideias. E o circo convida outras artes a participar de uma produção como essa, o circo é isso, ele se utiliza de linguagens múltiplas. Então, quando pensamos no Komboio, vemos uma plataforma para levar e trazer arte a todos os cantos, e o Bando será mais um grupo que transitará por aí”, contou o artista.

O Bando é formado por: Sidney Herzog, Fausto de Oliveira Franco, Letycia Gonçalves de Souza, Mauro Pires Neto, Flavia Lima, Pablo Bailoni, Ana Carolina Ferreira, Luana Alberniz da Cruz, Natan Fernandes de Lira, Allan Plock, Audrey Herzog, Ugo Castro Alves, Isis Roggers, Gabriel Sanches, Joseval Lira, Marcelo Morgero, Giovanne Rocha, Caio Braga, Ewald Cordeiro e Lara Almeida.

Para a realização dessa empreitada é preciso ter apoio, e um dos grandes apoiadores do projeto é a Settaport. O Sindicato dos Empregados Terrestres em Transportes Aquaviários e Operadores Portuários do Estado de São Paulo desenvolve trabalhos sociais em todas as comunidades que margeiam as zonas portuárias.

PROGRAMAÇÃO COMPLETA: INAUGURAÇÃO / 2° SARALHAÇO

Sábado (9/12)

10h – Ocupação Circo no Beco com André Becker – Praça Rubens Ferreira Martins (Igreja do S. Jorge)

ATIVIDADES NO PORTO CIRCENSE

14h – Rua de Brincar – Komboio Cultural
16h –  Espetáculo de rua  “Crazy Stilt Show” – Palhaço Doisberto (ITA)
17h – Inauguração do Galpão
18h – Coletivo Baobá de Malê
20h – Cabaré de Variedades Circenses com atrações nacionais e internacionais

Domingo (10/12)

ATIVIDADES NO PORTO CIRCENSE 

16h – Espetáculo de rua AMATEUR – Palhaço Satin (COL)
17h –  
Coletivo Garrafada
18h – Simone Ancelmo e Gafieira Trio
19h – Br Combo – Música instrumental 
20h – Cabaré de Variedades do Circo da Baixada Santista

Bilheteria: PAGUE QUANTO PUDER!

O Porto Circense fica na Rua Almirante Cochrane, 404.

Acompanhe esta e outras atividades seguindo a página d’O Bando no Facebook

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA COM OS AMIGOS

Post anterior

Está chegando o Bazar de Natal da Casa da Esperança!

Próximo post

Gravure-se: diversos formatos de arte e cultura

O Autor

Bruna Domato

Bruna Domato

Estudante de Publicidade e Propaganda

Sem Comentários

Deixa uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *